domingo, 26 de março de 2017

#Desafio12mesesliterários – Pe Fabio de Melo



Salve pessoal! 

Como vocês podem ver, estou participando do Desafio dos 12 Meses Literários (quem não viu o mês de janeiro pode ver aqui), mas eu sou um “atrasildo” sem vergonha (rsrsr) que não quer parar o projeto mesmo que sempre atrase. Compartilhar esses diferentes tipos de leituras com vocês tem sido ótimo para mim e sei que vocês também irão gostar. Como diz minha vovozinha: “Agente tarda mais não falha”, então lá vai. 

No mês de fevereiro o tema foi "Um autor nacional", eu escolhi “O Discípulo da Madrugada” do Padre Fábio de Melo. O nosso mestre em Teologia Sistemática foi muito feliz ao escrever este livro. Ele traz uma forma completamente diferente de visualizar a Deus, a partir da visão de um dos seguidores de Jesus menos conhecido, formulado em um romance que relata a experiência de um homem que conheceu um Deus feito de poder e vitórias sob guerras e depois experimenta o Deus de amor através do Cristo. Então este homem passa a se aproximar da verdade sobre o Deus que conheceu outrora. 

 

O Padre foi capaz de introduzir nessa história uma linguagem muito poética e apaixonada. De forma que é possível sentar-se a beira da história e participar à ótica do interlocutor. Ele também fez algo que eu gosto bastante que foi colocar no início da obra os motivos e inspirações que o levaram a compor o livro. Outra coisa muito bacana é que antes de cada capitulo ele escreve uma frase que o resume e até mesmo o faz pensar. 

 

A leitura é fluida, apesar de conter algumas palavras difíceis que condizem com o período, me senti movido a experimentar o sentimento da personagem e rever em mim mesmo as definições 
que tenho sobre Deus. Se você ler este livro e não chegar a pensar nem um pouquinho sobre isso, lei novamente e com muita.

Então é isso, se puderem leiam também. É enriquecedor.

Um salve e até a próxima!

sábado, 18 de março de 2017

#Arrumando a casa




Salve Pessoal!

Primeiramente desculpem o sumiço, estava acertando umas coisas na minha cabeça para melhor atendê-los rs. Bom em realidade ainda estou conciliando tudo. O Blog, o trabalho, a faculdade, o família e amigos. 

E decidi que os minutos em que me dedicar a esse espaço aqui, pra mostra e fazer conhecer minha poesias e projetos, serão feitos com maior carinho e qualidade possíveis. Por isso digo a vocês que acompanham esse humilde blog e pelo bem da nação, eu fico!

E para que que esse post não seja só de desculpas, vou compartilhar com vocês um poema com um insight que tive essa manhã.
  
“A vida não testa você perguntando a tabuada”.


A Prova

Estou molesto com isso
Na vida tudo é prova,
Não quero o compromisso
De todo dia prova nova
Pois eu sei que isso tudo
É guerra de conteúdo

Mas não vá se enganar
Ciência é importante
A vida não quer testar
Se tu aprendeu bastante
Mas quer saber se tá pronto
Ou se vai dormir no ponto

O teste será real
Quando a vida perguntar
A quem você é leal?
Onde você quer estar?
Qual será o seu motivo
Por até aqui ter vivido?

Salve!
Jorge Filho

sábado, 18 de fevereiro de 2017

#Escrevendo Sem medo - Fevereiro

Salve pessoal!!! Com estão?!

Nesse mês de fevereiro o desafio da Escrevendo Sem Medo foi O poema da festa perfeita. Bom, eu acho que festa boa tem fartura, muita musica e aquela pessoa especial. Veja ai o que saiu.

Festança



Em um lugar simples
De gente honesta,
Um salão de shows
Proveu uma festa
Pra cidade toda
Grande e modesta

Nela tinha tudo
Sempre com fartura,
Foi festa enfeitada
Cheia de figura.
Com restrição nula
Nem mesmo de altura.

Tinha um rapaz
Tão emocionado,
Naquela festança,
O moço danado
Só soube dançar
Sem ficar parado

Tinha uma moça
Olhando distante
O rapaz dançar.
Naquele instante
Ela foi a pista
Mexendo bastante

Os dois dançaram
Noitada adentro
Até que ela disse:
Chega não aguento
Ele disse: calma,
Agora é lento.

De rosto colado
Na última dança
O casal olhou-se
Numa esperança
De beijo romântico
No fim da festança.

Jorge Filho
Salve e até mais!